segunda-feira, 1 de outubro de 2012

Praxam-se as "bestas", parabenizam-se os caloiros

A tradição praxistica esequiana mantém a sua liderança em comparação à Universidade de Coimbra pelo acolhimento e animação dados aos novos estudantes, que na sua maioria, de longe se deslocam. É por isso vivida de uma maneira mais intensa. O baptismo, uma das principais actividades realizada na semana de recepção ao caloiro, é onde são traçam e fortificam laços de cumplicidade entre caloiros e respectivos padrinhos.

por: Diogo Sousa e Patrícia da Costa

Amadeu, o mais antigo caloiro da ESEC
Quando um "burro" fala, os outros baixam as orelhas
Ânsia pela apresentação da K&Batuna
K&Batuna
Chuva ao som da tuna Esequinana
Fim da apresentação da Tuna
Inicio das actividades praxisticas
"Bestas" na Gaiola
Posição preferida dos caloiros
Divertimento e sofrimento
A união faz a força
Preparação para o baptismo
Dedicatória dos padrinhos
Ritual antes do baptismo
Faça chuva ou faça sol ninguém escapa
Inicio do baptismo
Baptismo
Brincadeiras entre doutores
Nem os doutores escapam ao baptismo
E assim os sentimentos fluem

Sem comentários:

Enviar um comentário