sábado, 24 de novembro de 2012

Brasil campeão do Mundo de Futsal pela quinta vez na história



A Seleção do Brasil sagrou-se campeã do Mundo, ao vencer a Espanha por 3-2, numa final realizada no Indoor Stadium Huamark, na Tailândia. O jogo ficou decidido apenas a 19 segundos do final do prolongamento, momento em que Neto marcou o golo que valeu o quinto título da história do Brasil em campeonatos do Mundo de Futsal.
Fonte:
http://www.fifa.com

Naquela que foi uma reedição da final do Mundial 2008, Brasil e Espanha disputaram entre si uma partida nem sempre bem jogada mas, acima de tudo, pautada pelo equilíbrio e pela emoção. A primeira parte acabou por ter sinal mais da equipa espanhola. Logo aos cinco minutos, Lozano poderia ter marcado, mas em cima da linha de golo apareceu Vinícius a cortar aquele que seria ser o primeiro golo do jogo. As oportunidades foram escassas. Numa partida típica de uma final, as equipas estudavam-se mutuamente, arriscando pouco. No entanto, foram mesmo os espanhóis a voltar a criar perigo. Fernandão quase marcava: já dentro da área, desviou perigosamente a bola de calcanhar para a baliza de Tiago, mas esta passou a raspar o poste da Canarinha. Sem golos marcados, as equipas foram para o intervalo a zeros.

Depois de uma primeira parte sem golos, os pupilos de Marcos Sorato chegaram à vantagem. Aos 24 minutos, na transformação de um canto, Neto encheu o pé e fez o 1-0 para o Brasil.

A Espanha não baixou os braços e acabou mesmo por consumar a reviravolta. Quando o cronómetro marcava o minuto 29, Miguelin fez brilhar Tiago, mas na recarga Torras fuzilou as redes e empatou a partida. O Brasil pareceu atordoado e, um minuto depois, a Espanha fez o 2-1. Na marcação de um fora, Aicardo disparou uma bomba que só parou dentro das redes da baliza defendida por Tiago. Nuestros Hermanos estavam pela primeira vez na frente do marcador. Empolgados, estiveram perto do 3-1, mas o remate de Torras embateu com estrondo na trave da baliza brasileira.

Contudo, o Brasil nunca se deu por perdido. A três minutos do apito final, foi a vez de aparecer em jogo uma das maiores estrelas do futsal mundial, Falcão. Aquele que é considerado por muitos como o melhor jogador do Mundo, abriu o livro e de longe colocou a bola no canto superior direito da baliza de Tiago que nada poderia fazer. Até ao final do tempo regulamentar, o resultado não se alterou e a partida acabou por ir empatada a duas bolas para o prolongamento. No tempo extra, as equipas arriscaram pouco. Quando já muitos pensavam nos penaltis, foi então que apareceu Neto. A 19 segundos do fim, numa jogada de génio, o brasileiro picou a bola por cima de Fernandão e na cara de Juanjo atirou a contar para dentro das redes do espanhol. Já não havia tempo para a resposta dos comandados de Venâncio Lopes. O apito final soou. Contrastante com a tristeza espanhola, a festa foi em tons de verde e amarelo.

Ficha de jogo:
Espanha : Juanjo (GK) , Aicardo, Fernandão, Kike, Alemão, Cristian (GK) Rafa (GK) ,Ortiz, Torras,
Álvaro, Miguelin, Lozano e Borja.  Treinador: Venâncio Lopes (ESP)

Brasil : Tiago(GK), Gabriel, Simi, Fernandinho, Neto, Guitta (GK), Franklin (GK), Ari, Rafael, Vinícius, Je, Falcão, Rodrigo e Wilde. Treinador: Marcos Sorato.

Árbitros: Hector Rojas e Marc Birkett .
Marcador: 1-0 Neto, 1-1 Torras, 1-2 Aicardo, 2-2 Falcão , 3-2 Neto.


por: Tiago Adelino e João Brito


*Este artigo não está escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico



Sem comentários:

Enviar um comentário