domingo, 4 de junho de 2017

Rádio, sim!

Os meios de comunicação convencionais estão cada vez mais a ser ultrapassados pelos novos media. A rádio é mais ouvida no carro, quer na hora de ponta quer no caminho para casa ou trabalho.

Ricardo Lomar e Marisa Ventura, licenciados em comunicação pela Escola Superior de Educação de Coimbra, em 2016, no ramo de Jornalismo e Informação, não escondem que é na rádio que apostam o seu futuro.

Ambos estagiaram na rádio m80. Para Marisa, estagiar numa rádio nacional não foi uma escolha, mas sim uma oportunidade. Até porque para esta promissora jornalista “… iria ter o privilégio de trabalhar ao lado de pessoas que ouvia na rádio diariamente e isso era incrível!”



Ricardo afirma que “a escolha da m80 surgiu pela proximidade como ouvinte e, também, pelo desafio de poder estagiar numa das rádios mais ouvidas em Portugal”.

Quando questionados sobre o porquê de a rádio ser uma aposta profissional, ambos deixaram claro que cresceram a ouvir rádio e, Ricardo inclusive apaixonou-se por este meio, e “pela forma como este conecta a voz e a música”. Revelou-nos ainda, as memórias de infância e de, em casa, gravar falas de rádio a imitar outros locutores ou de criar as suas próprias falas e programas imaginários.

Marisa foi cativada pela “magia que não se perde em rádio e o mistério que existe em torno desta”. Apesar de ainda não estarem a exercer funções nesta área os dois jovens estão envolvidos em projetos que esperam vir a tornar-se um sucesso. No que diz respeito a esses mesmos projetos, Marisa partilha connosco a “vontade de reabrir a rádio da ESEC”, à qual já está ligada desde o 2º ano de curso e para à qual já trabalha e constrói ideias em conjunto com o colega e amigo Lomar. Individualmente, Marisa encontra-se num curso de escrita criativa e de marketing digital “porque é sempre importante complementarmos a nossa formação”, afirma a recém-licenciada.

Mais reservado quanto aos seus projetos, Ricardo, para além do amor à rádio, é Disc Jockey em bares e faz algumas atuações.  Está envolvido num projeto chamado “sunshine radio”, que “é uma rádio online que passa os principais sucessos da música pop e dance”.

Esta rádio direciona-se para “ser ouvida numa esplanada, uma vez que a playlist é pensada para momentos de descontração”. Segundo o ex-aluno da ESEC, esta rádio impõe alguns desafios, desde “a montagem, a execução do software de emissão e a criação de sweepers (separadores entre músicas a identificar o nome da rádio)”.

Existe um outro projeto em que o jovem DJ está envolvido, mas, sobre esse, prefere manter segredo.



Marisa e Ricardo ambicionam no futuro trabalhar em rádio. Seja numa rádio local ou nacional. Preferencialmente em entretenimento e animação, com a certeza de querer trabalhar na área que os apaixona, ainda que conscientes que será uma etapa longa, mas não impossível.



Mas não é apenas na vida destes dois jovens- que para além de consumidores tornaram-se também produtores de conteúdos para a rádio- que esta teve um grande impacto nas suas vidas.
Como ouvinte diária da rádio, Patrício Figueiredo, diz que a “rádio cada vez mais faz parte do quotidiano das pessoas”. Vê a rádio como uma “grande ajuda para combater a solidão”, o que foi o seu caso numa altura em que vivia sozinha e que era a rádio que lhe fazia companhia.

Quer seja em viagens ou em casa, Patrícia ainda diz que uma das coisas que gosta na rádio, é o facto de que “dentro das várias músicas atuais que vão passando, surge sempre alguma mais antiga que me leva a recordar vários momentos da minha vida”.

            Os motivos que levam as pessoas a ouvir rádio são vários, desde ao “porque gosto de ouvir música” ao estar “sempre informada”, as pessoas não deixam de sentir que a rádio lhes faz companhia durante o dia e ainda “alivia um bocadinho do stress” ou até para “não morrer de tédio de casa ao trabalho, e vice-versa”.

            Apesar da maioria das pessoas gostarem da rádio, há sempre alguém que tem uma opinião contrária à da maioria e limita-se a responder num simples “não” quando a pergunta é se “gosta de ouvir rádio”

(Para ouvir as outras opiniões em entrevista completa e no VoxPop, clique no seguinte link http://postsdepescada10.blogspot.pt/search?updated-max=2017-05-17T01:05:00%2B01:00&max-results=5&start=25&by-date=false ).


Trabalho elaborado por

Débora Gomes
Miguel Dantas
Rute Cunha
Sara Arinto
Soraia Esteves


Sem comentários:

Enviar um comentário