sábado, 13 de novembro de 2010

Crónica

A importância dos jornalistas

 

Actualmente é indispensável vivermos sem sermos bombardeados com informação acerca de tudo e de todo o Mundo.
É neste contexto que existem os jornalistas. São as pessoas que nos mantém informados e que dedicam o seu tempo à pesquisa de informações actuais para poderem “saciar” a sociedade.
E será que o papel está a ser cumprido?
Apesar de todo o seu trabalho os jornalistas não são vistos da melhor forma pela população. Olha-se para a comunicação social como um meio de boatos e de informações mal dadas. Não é que não exista este aspecto de infidelidade por parte de alguns jornalistas. No entanto, está errado formarmos um conjunto de defeitos e estereotiparmos o Jornalista em si. Porque como em todas as áreas há bons e maus profissionais.
Para além de um bom jornalista ter que se consciencializar do que tem de fazer, também tem que seguir regras que o permitem ser um órgão de renome dentro dos comunicadores sociais e ter aquilo a que chamamos de Carteira do Jornalista. Mas será que todos que a tem são merecedores dela? Não é por acaso que se fazem todo o tipo de distinções neste meio. Não é por acaso que existem várias polémicas em volta dos bons e maus jornalistas.
Pois, jornalista é acima de tudo imparcial. Não dá opinião, apenas expõe os factos e acontecimentos actuais e de interesse relevante. Toda a profissão que diz respeito ao jornalismo, toda a informação que nos é transmitida através dos jornais, televisão ou rádio, é relevante para a sociedade e para o nosso desenvolvimento.



Por: Andreia Monteiro, grupo 5




Sem comentários:

Enviar um comentário