terça-feira, 30 de novembro de 2010

Jornalistas e Jornalismo

Biografia de Clara de Sousa

Clara de Sousa, Estoril, 29 de Novembro de 1967, jornalista profissional desde 1992.
 
Na Rádio
O seu percurso profissional inicia-se em 1986, quando se encontrava já no primeiro ano da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, no curso de Línguas e Literaturas Modernas.
Pretendia ser professora de Português e Inglês quando se estreia na rádio “Echo”, que um ano mais tarde viria a ter o nome de Rádio Clube da Parede.
O mês de Fevereiro de 1986 ficou marcado pela sua estreia radiofónica. Na rádio, lia notícias, fazia reportagens, editava registos magnéticos, conduzia programas, gravava “spots” institucionais e publicitários da estação.
Em Agosto de 1988, recebe o convite de Luís Montez para ingressar nos quadros da Rádio Marginal, uma das rádios do concelho de Cascais.
Em 1992 optou definitivamente pelo jornalismo quando decidiu pedir a sua Carteira Profissional de Jornalista e foi convidada para Directora de Informação da estação.
Dos seus colegas de redacção destacam-se nomes do jornalismo como Miguel Dimas (TVI), Jorge Moreira (ex - Comercial, RCP, RTP2); Carla Jorge de Carvalho (Sic- Notícias); José Figueiras (SIC) e Victor Figueiredo (ex-director SIC Radical).
Enquanto animadora foi responsável pelos seguintes programas: "A Baía de Cascais", "Fim de tarde na Marginal" e o "Sonho Americano".

Na televisão
No Verão de 1991, Clara de Sousa estreia-se em televisão, acumulando as funções na Rádio Marginal. A convite da produtora Videoplano, foi escolhida para apresentar um programa de desportos radicais, "Hé Desporto", emitido na RTP1 aos sábados entre 12.30h e as 13h, onde fazia também trabalho de reportagem, locução e produção de montagem.
No final de 1992 é desafiada para fazer testes de admissão de jornalistas - repórteres para a TVI. Contudo, os consultores norte-americanos contratados pela estação para fazer a selecção de novos profissionais escolheram Clara de Sousa para ser pivot do principal bloco informativo ao fim-de-semana.
Clara de Sousa foi assim o primeiro rosto dos noticiários da TVI - Televisão Independente, a 20 de Fevereiro de 1993.
No final de 1996, Clara de Sousa é convidada pelo então director de Informação da RTP, Joaquim Furtado, para apresentar o Telejornal, onde desempenhou funções de jornalista até meados de 2000. Foi o rosto também do 24horas e do "Cais do Oriente", magazine diário sobre a Expo 98.
Em Julho de 2000, Clara de Sousa é contratada pela SIC para ser a pivot do horários nobre da Sic - Notícias, estreou-se na Edição da Noite a 8 de Janeiro de 2001 em dupla com Nuno Santos.
 Na SIC Notícias fez também dupla com Guilherme Simões, Pedro Mourinho e João Adelino Faria. No canal de notícias foi ainda responsável pelo Jornal das 9, acumulando a apresentação do Jornal da Noite de fim-de-semana na SIC.
Em 2004 passou a apresentar o Primeiro Jornal na SIC de segunda a sexta, acumulando com outros programas na SIC Notícias como "Duelos Imprevistos" ou o "Estado da Arte" com Paulo Portas. Desde que está na SIC/SIC Notícias é regularmente solicitada para as emissões eleitorais, entrevistas e debates.
Clara de Sousa é a única jornalista portuguesa que foi pivot dos principais noticiários dos três canais generalistas
No ano de 2007 integra o projecto “Família Super - Star”.
Enquanto membro de júri, ao lado de Tó Zé Brito, Sérgio e Nelson Rosado. Usou os seus conhecimentos musicais para contribuir para o sucesso do programa.
Foi apesar de tudo uma participação polémica devido ao facto de alguns críticos e colegas de profissão acharem que Clara de Sousa, sendo jornalista, não o deveria fazer, por motivos de credibilidade.
Mas Clara de Sousa respondeu que um jornalista não tem de ficar refém da profissão e que tinha chegado o momento de quebrar algumas barreiras de preconceito.
A 2 de Outubro de 2007 tornou-se a primeira jornalista portuguesa com Clube Oficial de Fãs.
Aos 39 anos de idade, Clara de Sousa foi surpreendida com o troféu da “Mulher Mais Sexy do País”, uma iniciativa do jornal Correio da Manhã, com a votação dos leitores.
A 14 de Outubro de 2010, foi eleita a “Melhor Comunicadora”, 18ª Edição dos “Troféus Pedrada no Charco”, realizada no auditório de Fátima.
Hoje, Clara de Sousa desempenha a função de pivô, do Jornal da Noite na SIC, em parceria com Rodrigo Guedes de Carvalho.

Fonte: Wikipédia
           www.claradesousa.blogspot.com


Por: Andreia Santos

Grupo: 7

Sem comentários:

Enviar um comentário