segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

Entrevista ao ex-concorrente da Casa dos Segredos, Hugo M

Hugo, de 23 anos, natural de Sintra, é desportista e foi o sétimo concorrente a abandonar o programa de entretenimento mais recente da TVI – ‘’Casa dos Segredos’’ com 53 % dos votos contra os 18% e 29 % do António e do Zé Miguel. É instrutor de fitness e, hoje,  partilha connosco a sua experiência de  3 semanas no reality show, considerado mais visto de 2010.
Viktoriya Golub (V.G.) – Como tem sido o seu regresso à vida real, passado 25 dias numa casa vigiada por dezenas de câmaras e microfones?
Hugo M. (H.M.) -  É estranho, pois é uma realidade um bocado diferente à que eu estava habituado. Fui o alvo do mediatismo, antes do programa nunca conseguido, e muita atenção, muito controlo, por isso, agora estou ainda a adaptar-me a este tipo de vida e aproveitar como posso a minha liberdade. Não tinha a consciência de que pudesse ter tantos fãs, desagrada-me muito essa ideia.
V.G.- Quais foram as razões que o levaram a participar no programa?
H.M. – Na verdade, foi o meu pai que me inscreveu e decidi participar, principalmente, para abrir portas para entrar no mundo da televisão. O meu objectivo nunca era ser famoso, simplesmente ingressar no mundo do mediatismo. Não é a fama que me afilia, mas sim a minha opinião a contar, os meus pareceres serem ouvidos.
V.G. – Fale-nos da sua experiência.
H. M. – Foi muito interessante e diferente. E dentro dos possíveis, acho que consegui aproveitar ao máximo o tempo da minha estadia na casa. Entrei sem expectativas, mas o que consegui e a experiência que ganhei foi bom. O que vivi, é bastante diferente daquilo que os telespectadores vêem na televisão, muito resumido, não há palavras para descrever. Pois, quem não vê o canal em directo e assiste apenas aos diários da TVI, não se apercebe mesmo do que se passa lá dentro.
V.G. - Como foi recebido pelos familiares, amigos e pelo público cá fora?
H.M. – Fui muito bem recebido, os amigos apoiaram-me, todos deram-me os parabéns. As pessoas reconhecem-me na rua, cumprimentam. Sinceramente, não estava a espera de ser tão bem recebido pelo público.
V.G. – Como é o seu dia-a-dia agora, fora da “Casa dos Segredos” ?
H.M. – Muito complicado, e totalmente diferente do meu dia-a-dia antes do programa. Hoje, sou reconhecido na rua, dou entrevistas, recebo convites para vários eventos. E é assim, que tem sido estas 2 últimas semanas.
V.G. - Qual foi o ambiente dentro de casa durante a sua estadia? Sentia-se dentro de uma família ?
H.M. – Não, mas espero que a nossa amizade com alguns dos concorrentes (não com muitos) continue após o programa.
V.G. – Qual foi o momento mais marcante que viveu durante o programa?
H.M. - O momento mais marcante, para mim, foi conhecer a Joana, e tenho algumas expectativas no que diz respeito a nossa relação, fora do programa.
V.G. – Qual é para si o segredo mais interessante? Com qual é que ficou mais surpreendido ?
H.M. – O segredo do António, definitivamente (riso). Ninguém dentro da casa faz ideia do qual possa ser o segredo dele, nem anda perto.
V.G. - Se tiver uma proposta para participar na segunda edição do reality show “Secret  Story”, aceitaria?
H.M. – Sem qualquer dúvida! Aceitaria com muito gosto. Foi uma óptima experiência.
V.G. – E para finalizar, quais são os teus planos para o futuro?
H.M. – Ficar no mundo da Televisão. Tenho a certeza que a minha participação no programa será útil para o meu futuro e irá abrir-me muitas portas. Mas quero ser reconhecido, como um bom profissional e não por ter entrado na Casa dos Segredos.

Viktoriya Golub, Grupo 2

Sem comentários:

Enviar um comentário