sexta-feira, 7 de outubro de 2011

Regresso à rotina


    É tempo de regresso às aulas na escola Superior de Educação de Coimbra. Com isto, retomam-se velhas rotinas e criam-se algumas novas. Parece que voltou o nosso trabalho.
     É tempo de conhecer novos horários e travar novas amizades, no meio de novos alunos, vulgo caloiros. Nestas últimas duas semanas (nesta última para os caloiros), estão de regresso as rotinas deixadas há uns meses atrás, quando o ano lectivo anterior terminou. Está na hora de arranjar casa e estudar o horário, uns melhores, outros nem tanto. Os claustros da ESEC amontoam-se de estudantes, uns mais, outros menos interessados. Por força da mão pesada da Troika em Portugal, a carga horária viu-se obrigada a ser reduzida e os programas das cadeiras reformulados, o que condiciona de certo modo os métodos de aprendizagem: é necessário trabalhar mais em casa.
     A agitação da primeira semana do semestre viu-se intensificada com a chegada dos novos alunos que foram colocados na 1ª fase do concurso ao Ensino Superior. É tempo de dar as boas vindas e recorrer à imagem de marca de Coimbra, a Praxe Académica, que este ano também se viu condicionada: em detrimento da habitual semana de recepção ao caloiro, foi adoptado um sistema novo, com a praxe a decorrer nos períodos da tarde, com aulas a decorrer ao mesmo tempo, o que de certa forma atrapalha o normal funcionamento das aulas. Penso que foi uma má medida, pois o que vejo são salas quase desertas e pouco interesse em trabalhar (é melhor chamar de preguiça!).
     Num ano que não se adivinha fácil, resta-nos a nós alunos, fazer com que as reduções motivadas pala crise económica não se reflictam no aproveitamento curricular, com semestres de pequena duração que são discutíveis. Quando de fala da fraca formação de muitos licenciados, estará este novo modelo de encontro a contrariar esta tendência?

Por Pedro Tomás
                                                                                                                                                    Redacção 1

Sem comentários:

Enviar um comentário