sábado, 19 de novembro de 2011

Maratona pelo universo da Sétima Arte



Gala de Abertura - Lisbon & Estoril Film Festival 2011
(Arquivo Site Oficial LEFF)
Celebrando a 5ª edição, o Lisbon & Estoril Film Festival alarga fronteiras, distribuindo filmes e eventos pelos dois espaços, Lisboa e Estoril, equitativamente.
por Paulo Bastos
Redacção 1


Chegou ao fim, no dia 13 de Novembro, a edição 2011 do festival de cinema, Lisbon & Estoril Film Festival (LEFF), dirigido por Paulo Branco. Este ano estende-se, pela primeira vez, a Lisboa, com o objectivo de alcançar mais público e projecção.
Começou oficialmente no dia 4 de Novembro, sexta-feira, no Centro de Congressos do Estoril, com a abertura de duas exposições, “Observations Of Life” e “Gaza 2010”, do reputado director de fotografia Peter Suschitzky e o fotógrafo vencedor do Prémio Carmignac Gestion de Fotojornalismo Kai Wiedenhöfer, respectivamente.
As antestreias nacionais de “Killer Joe”, de William Friedkin, e “Restless”, de Gus Van Sant, marcaram o primeiro dia do festival mas, outras preencheram os dias seguintes, como é o caso de “The Ides Of March”, de George Clooney, e “The Dangerous Method”, de David Cronenberg, este que marcou presença no festival.
Cerimónia de entrega de prémios,
Paulo Branco e Maria João Bastos
Ilustres figuras da Arte mundial fizeram parte do júri oficial da edição deste ano do LEFF, incluindo o Prémio Nobel da Literatura J.M. Coetzee, o artista plástico José Barrias, os escritores Don DeLillo, Siri Hustvedt e Paul Auster.
O júri atribuiu o Prémio de Melhor Filme à longa-metragem de Angelina Nikonova, “Twilight Portrait”.
Kate Winslet protagoniza a mini-série “Mildred Pierce”, exibida integralmente no Centro de Congressos do Estoril, série nomeada para mais de vinte prémios Emmy e o mais recente trabalho de Todd Haynes, director de “Far From Heaven” e “Velvet Goldmine”.
Marcaram presença célebres convidados, como os actores Paul Giamatti, Sarah Gadon (ambos parte do elenco do filme “Cosmopolis”, de David Cronenberg, apresentado no terceiro dia do LEFF) e Louis Garrel, o director de fotografia Christopher Doyle, os realizadores Leos Carax e Luc Dardenne, o supervisor musical Randall Poster, o cineasta francês Bertrand Bonello, que, no último dia do LEFF, exibiu o seu mais recente filme “L’Apollonide.

Sem comentários:

Enviar um comentário