sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

E o melhor filme europeu é…




Melancolia de Lars Von Trier. A longa-metragem do dinamarquês venceu o prémio de melhor filme europeu de 2011.

Considerado o favorito aos prémios da Academia de Cinema Europeu, o filme recebeu outras duas distinções e ajudou a fazer da Dinamarca o país em destaque nesta edição.

 
 

 O filme de Trier arrecadou o galardão de melhor direcção de fotografia, para o chileno-dinamarquês Manuel Alberto Claro, e a distinção na categoria de melhor direcção artística, para Jette Lehmann.
Kirsten Dunst ganhou o Prémio de Melhor Actriz em Cannes e antevê-se uma nomeação para os Óscares.

O filme divide-se em duas partes. Justine (Kirsten Dunst) e Claire (Charlotte Gainsbourg) são as personagens centrais de toda a trama.
Na primeira parte, conhecemos Justine, uma jovem neurótica e depressiva que não chega a iniciar a sua vida de casada, porque o peso é demasiado, e afunda-se numa depressão.



Na segunda parte, temos o evoluir da vida de Claire, a irmã, o suporte de Justine mas também ela cheia de fragilidades. Tem um filho pequeno e um marido cientista, que lhe garante que o choque de um planeta estranho (Melancolia) contra a Terra não vai acontecer.
A acção desenrola-se com a ameaça latente e todos tentam convencer-se de que tudo vai ficar bem.

Kirsten Dunst (Spider-Man), Alexander Skarsgård (True Blood), Kiefer Sutherland (24), e Charlotte Gainsbourg (Antichrist) personificam as quatro pessoas ameaçadas pela destruição do mundo onde vivem, amam e sofrem.


O filme Melancolia encontra-se em exibição nas salas de cinema portuguesas desde o dia 1 de Dezembro.

Por Filipa Lopes
Redacção 1


 

Sem comentários:

Enviar um comentário