sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

Diálogos na língua de Camões

O “Colóquio Intercâmbio Cultural: diálogos Brasil-Portugal”, moderado pelo jornalista da TV Globo Maurício Kubrusly, realizou-se no auditório da reitoria da Universidade de Coimbra (UC) no passado dia 28 de novembro.
Mesa 1
Aproveitando o ano em que se comemoram as relações entre estes dois países, a teledramaturgia marcou este evento, que celebrou também o centenário do nascimento de Jorge Amado, autor da obra “Gabriela, Cravo e Canela”, que já deu origem a três adaptações para a ficção. A última adaptação, da autoria de Walcyr Carrasco e protagonizada por Juliana Paes, é transmitida atualmente em Portugal pela SIC.
A primeira mesa de debate contou com os oradores José Wilker, Mauro Alencar, Isabel Ferin Cunha e Carlos Reis, tendo como tema principal a obra de Jorge Amado, destacando-se o remake da telenovela “Gabriela”. Para além disto, evidenciou-se o impacto da TV Globo em Portugal. Isabel Ferin Cunha, professora da UC defende que “a telenovela irá influenciar definitivamente os parâmetros culturais portugueses”. Por sua vez, o professor da UC Carlos Reis sustenta que “o português está condicionado pelas produções da Globo.”
Mesa 2
O intercâmbio cultural Brasil-Portugal foi o tema debatido na segunda mesa já da parte da tarde. “A nossa língua deve ser um mar de ligação entre nós e não de separação como muitos querem”, realça Lima Duarte, ator da TV Globo e primeiro orador desta mesa. A oradora que se seguiu foi Maria Adelaide Amaral, autora de algumas novelas brasileiras, não nega as suas raízes lusitanas. “Os Maias” de Eça de Queirós deram origem à mini série homónima adaptada por esta autora. Este trabalho é considerado por Maria Adelaide a sua melhor produção, evidenciando-se o vínculo com Portugal.
Maria Immacolata Vassallo de Lopes, professora da Universidade de São Paulo, exalta que “a telenovela não é entretenimento. Eu digo que é cultura pois é o que nós vivemos.” Catarina Duff Burnay e Maria Aparecida Ribeiro completaram esta mesa de debate.
José Wilker foi quem mais se destacou neste evento dado que pertence ao elenco do remake da telenovela “Gabriela” no papel do coronel Jesuíno Mendonça.
 
por: Fabiana Ferreira e Joana Amado
*Artigo escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico 

Sem comentários:

Enviar um comentário