terça-feira, 15 de janeiro de 2013

EUA de luto pela morte de 28 pessoas



Mais um dia, mais uma tragédia assola os Estados Unidos.

Na passada sexta-feira (14) Newton, Connecticut, acordou envolto em sangue após o massacre de 28 pessoas, entre elas 20 crianças, numa escola primária.

O autor foi identificado como Adam Lanza, de 20 anos, um jovem descrito como inteligente e pouco social.

Não se sabe ainda os motivos do atirador para cometer um crime desta dimensão. Após o tiroteio, o jovem acabou por se suicidar numa sala de aula da Escola Elementar Sandy Hook.

A mãe de Adam Lanza, Nancy Lanza era professora na instituição onde se deu o ataque e foi encontrada morta na casa de seu filho em Newton.

Existem informações que apontam para o facto do atirador ter-se dirigido à escola conduzindo o carro da mãe. Foram também encontradas três armas. Uma delas descoberta atrás de um carro no parque da instituição de ensino e outras duas dentro do próprio prédio.

As escolas da cidade foram fechadas até que a calma pudesse ser de novo restaurada.

Apesar da tragédia, podem-se também encontrar actos de heroísmo. Pelo menos três professores foram sacrificados ao tentar fugir com as suas crianças para os proteger.

A União Europeia manifestou a sua consternação e apoio aos Estados Unidos da América lamentando as vidas perdidas.

Numa declaração na Casa Branca, Barack Obama expressou o seu pesar e decretou quatro dias de luto nacional pela tragédia.

Este é já um dos piores ataques de sempre contra uma escola na história dos EUA.

por: Patrícia Gouveia

*Este artigo está escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico  

Sem comentários:

Enviar um comentário