terça-feira, 30 de abril de 2013

O lado histórico de uma Coimbra estudantil


         A cidade de Coimbra, localizada na zona centro de Portugal, é considerada a terceira principal cidade do país. Tendo obtido oficialmente a sua carta foral a 26 de Maio de 1111, por D. Henrique, a sua história está muitas vezes ligada a grandes marcos históricos de Portugal. Com o passar dos anos, Coimbra foi crescendo, mas perdeu muita visibilidade com o desenvolvimento em força de Lisboa e do Porto. Actualmente, é vista como a cidade dos estudantes, mas podemos encontrar muitos locais históricos que mostram uma Coimbra que vai para além desta denominação.

Da baixa, passando pela alta e chegando à universidade

         Iniciando esta visita histórica pela cidade, a zona entre a baixa até à universidade é um dos locais preferidos pelos turistas que a visitam. A baixa é caracterizada pelo seu comércio local, onde podemos encontrar um conjunto de lojas e cafés tradicionais que fazem relembrar uma Coimbra antiga. No mesmo local, podemos ainda encontrar a Igreja de Santa Cruz, que tem o estatuto de Panteão Nacional. Quando subimos para a alta, encontramos um local mais residencial, com as suas ruas estreitas e casas típicas. Durante esta subida, encontramos a Sé Velha, local de visita obrigatória. Já na zona da Universidade, encontramos inicialmente o Museu Machado Castro, onde se pode visitar as ruinas da cidade, e a Catedral de Coimbra, também conhecida por Sé Nova. Por fim, encontramos a Universidade, o ponto de referência da Cidade.

A história na outra margem do rio
          
         Na outra margem do Rio Mondego, temos outros locais históricos da cidade. Dois desses locais são os Mosteiros de Santa Clara-a-Velha e de Santa Clara-a-Nova, locais históricos com uma ligação forte à Rainha Santa Isabel, figura histórica da cidade. A Quinta das Lágrimas é um local histórico que tem como elemento-chave a ligação com a natureza. Este ficou emblemático através da história de D. Pedro e Inês de Castro.

João Pedro Rodrigues

Sem comentários:

Enviar um comentário