terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Abate de plátanos no Parque da Cidade


Com a propagação da doença, todo o parque pode estar comprometido.
Plátano cortado na Avenida Emídio Navarro


Num relatório do Instituto de Agronomia de Lisboa, é proposto o abate imediado de quarenta árvores, junto à Avenida Emídio Navarro e ao Parque Dr. Manuel Braga, que se encontram afectadas por uma patologia vegetal grave.
Os primeiros casos de infecção foram detectados em Fevereiro, sendo que o corte de outros vinte e oito plátanos já ocorre desde Maio, com ordem do Tribunal de Coimbra que contempla apenas o abate de exemplares já mortos.
O estudo que apresenta estas conclusões só poderá ser reiniciado, para mais apuramentos, na próxima Primavera, com o início de um novo ciclo de crescimento vegetativo. Contudo, Massano Cardoso afirma que um crescente contágio irá prejudicar  e alterar por completo um dos parques mais emblemáticos de Coimbra.
Perante esta notícia, vários habitantes revelam o seu desagrado com a mudança de uma das maiores manchas verdes da cidade. Avançam ainda algumas sugestões de resolução deste problema como a plantação imediata de novas árvores e a busca de alternativas ao corte dos plátanos enfermos.






Visite a página Facebook sobre este assunto: 


Sem comentários:

Enviar um comentário