quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

Vizela voltará a ser “Rainha das Termas de Portugal”

      
       As Termas de Vizela sempre foram um dos grandes pilares da economia vizelense, fazendo com que esta cidade fosse conhecida como a “Rainha das Termas de Portugal”. Actualmente encerradas, as Termas já encontraram um investidor e tudo se está a fazer para que estas reabram no mais curto intervalo de tempo.

       A suspensão da exploração da água sulfurosa foi autorizada por despacho do Secretário de Estado Adjunto da Indústria e do Desenvolvimento, por um prazo de 90 dias, com a intenção de se proceder à realização de melhoramentos propostos dentro desse período. No entanto, o prazo terminou no dia sete de Setembro e as Termas continuam fechadas. Em consequência disso, também encerrou a única unidade hoteleira de três estrelas da cidade, o Hotel Sul Americano. A população está descontente e, em prol da reabertura das Termas, já realizou uma manifestação no dia 26 de Outubro.
       Francisco Figueiredo, do Sindicato de Hotelaria do Norte, disse à RTP, que as Termas fecharam porque “houve de facto um interesse pessoal, mesquinho, um interesse do capital, do dinheiro”. Francisco Figueiredo acrescenta que “há um grande investimento no sector do turismo desta área da saúde. Mais de 200 milhões de euros são gastos em todas as termas a nível nacional e só esta é que encerra”.
       Para recuperar as Termas surgiu o grupo espanhol “Tesal”, que tem o objectivo de ter até 2014 mais quatro unidades termais em Portugal, sendo uma delas a de Vizela.
       As negociações entre a administração da Companhia de Banhos de Vizela (CBV), representada por Carlos Coutinho, e o grupo espanhol “Tesal” estão a decorrer, tendo em vista a reabertura das Termas e do Hotel Sul Americano. A proposta apresentada à CBV assenta num pedido de concessão por 25 anos, com opção de compra ao final de cinco, prevendo a criação de um Complexo constituído pelas Termas, Hotel Sul Americano e Parque Natural.
       Armando Campos, elemento do grupo “Tesal” e responsável pelo processo das Termas de Vizela, diz que “são umas Termas apetecíveis em termos económicos e pelas condições naturais que oferece”. As águas termais desta cidade têm temperaturas que variam entre os 15ºC e os 65ºC. São águas hipertermais, fracamente mineralizadas, sulfúreas, sódicas e fluoretadas, estando indicadas sobretudo para o tratamento de reumatismos crónicos, afecções neurológicas e traumáticas, doenças das vias respiratórias e doenças de pele.
       Segundo vários especialistas, as águas termais de Vizela são consideradas como uma das melhores águas sulfúricas quentes de Portugal.



Fontes:
RTP
Câmara Municipal de Vizela
RVJornal
Digital de Vizela

Ana Teixeira
Grupo 4

Sem comentários:

Enviar um comentário