quinta-feira, 6 de janeiro de 2011

Jornalistas e Profissão: Resultados não tão positivos para o Jornalismo

O último estudo da OberCom, o Observatório da Comunicação, intitulado Desafios da Comunicação apurou a forma como o jornalista olha para a sua a profissão e a sua envolvente nos dias que correm, tendo como amostra jornalistas dos principais meios de comunicação social. As principais conclusões resultantes dos inquéritos realizados aos jornalistas são: a visualização do estatuto como menos valorizado face ao passado ou às gerações antigas, a identificação, na sua grande maioria, com o papel de transmissor de acontecimentos e a caracterização da prática jornalística como mais generalista e multifacetada tematicamente.
                Ao serem questionados sobre o que de mais negativo tem o jornalismo de hoje, apresentam maioritariamente a forte ausência de jornalismo de investigação e a presença exagerada do sensacionalismo e info-entretenimento como os factores que mais contribuem para um jornalismo com pouca qualidade. No entanto, a maioria dos jornalistas inquiridos está optimista em relação ao órgão de comunicação social para o qual trabalha e quando questionados sobre a visão a longo prazo do seu papel, a maioria tende a associar-se a um futuro gatekeeper na produção e divulgação de informação.
                Para uma análise mais aprofundada, consulte o estudo Desafios da Comunicação completo na página da OberCom. 


David Pimenta (grupo 1)

Sem comentários:

Enviar um comentário