sábado, 5 de novembro de 2011

Expensive Soul


Conhecidos como Expensive Soul, Demo e New Max naturais de Leça da Palmeira, formam esta dupla de êxitos muito reconhecida em Portugal.
Apesar de só terem ficado conhecidos em 2004, com o lançamento do primeiro álbum “B.I”, estes dois rapazes juntaram-se em 1999.

Embora seja complicado definir o seu estilo de música, os Expensive contam com sonoridades múltiplas, envolvendo o raggae, o soul e o rap. Esta banda foi destacada pelo facto de serem o primeiro grupo em Portugal de matriz hip hop a actuar ao vivo, com a presença de uma banda: Jaguar Band.

Para além do primeiro álbum lançado em 2004, este grupo lançou mais dois álbum:  “Alma Cara” em 2006 e mais recentemente em 2010, o álbum “Utopia” que é marcado pelo tema “O amor é mágico”.
Os discos são verdadeiras celebrações de exuberância e alegria, mas ao vivo, as canções excedem-se e colocam o grupo a fazer concertos de norte a sul do país.
Muito trabalho é uma das características dos Expensive Soul. Desde a edição do segundo disco em 2006 que passam horas em estúdio e na estrada para imensos concertos pelo pais inteiro, inclusive a passagem pelo festival Rock in Rio Lisboa.


Nos momentos de mais calma, o grupo intervalam a actividade e passam momentos de maior descoberta interior, amadurecendo enquanto seres humanos e artistas criativos.
Os rapazes continuam a fazer um enorme sucesso pelas cidades Portuguesas e a conquistar o público pela natureza das suas musicas e a forma como as interpretam ao vivo.

 Este grupo marcou a presença na Festa das Latas em Coimbra, que ocorreu a semana passada. Pelas palavras dos próprios afirmaram saber que a Latada de Coimbra era a melhor em todo o país e incentivaram o público a cantar “Coimbra é nossa”. Com as características que estamos habituados, o concerto foi marcado pela energia em palco e pela interacção com o publico presente no recinto.

                                                                                                                               Ana Namora
                                                                                                                                 R1

Sem comentários:

Enviar um comentário