segunda-feira, 14 de novembro de 2011

«Fim-de-semana da Lampantana de Mortágua» foi um sucesso


Ocorreu entre os passados dias 29 de Outubro e 1 de Novembro a 2ª edição do «Fim-de-semana da Lampantana» no concelho de Mortágua. Foram quatro dias de intenso saborear de um dos pratos mais famosos do concelho beirão.
Onze restaurantes da vila e das restantes aldeias pertencentes ao seu município proporcionaram a milhares de pessoas vindas de vários pontos do país desfrutar do bem confeccionado e tradicional prato da região. «Tivemos clientes da Figueira da Foz, Ovar, Coimbra, Viseu, Vila  Nova de Gaia, Évora, Valbom, Oliveira de Azeméis, de vários pontos do País. Algumas delas disseram que leram nos jornais ou viram na televisão». E o motivo era notório: «Mais de 90% dos nossos clientes vieram para comer a Lampantana, sabiam que havia o Fim-de-Semana da Lampantana.», referiu Ivone Pereira, co-proprietária do restaurante mortaguense «A Roda».
Os números superaram os da primeira edição, realizada no ano transacto, em termos de visitantes e refeições servidas. Ao longo de quatro dias, a Lampantana foi servida pelos restaurantes em almoços e jantares de famílias, grupos de amigos e demais pessoas. Restaurantes esses que foram surpreendidos na edição anterior pela enorme afluência do público, tendo tido alguma dificuldade de resposta. Este facto criou imensas expectativas, o que obrigou os restaurantes a preparar-se com cautela e tempo, nomeadamente com a quantidade de caçoilas de carne de ovelha. Um número que também aumentou foi o de reservas, como conta Ivone: «As pessoas sabendo que há muita afluência marcam com antecedência, telefonam a perguntar se há vagas, para não correr o risco de não ter mesa. Aconteceram dias em que a sala estava cheia só com reservas. Para nós foi bom, já que facilitou a organização do nosso trabalho.».
«Houve mais pessoas a perguntar se era preciso reservar, enquanto no ano passado apareciam mais em cima da hora», confirmou Juvenal Teixeira, dono do restaurante local «Nosso Lar».
O presidente da Câmara Municipal, Dr. Afonso Abrantes fez um balanço bastante positivo do evento. Destacou a importância que teve a grande afluência do público, considerando «importante para os nossos restaurantes e comércio em geral» e «contribuidor para o aumento da actividade económica, o que benefecia não só os restaurantes mas também outro tipo de comércio local, como as padarias, os talhos, os supermercados.».
O Município ofereceu por cada dose de Lampantana uma garrafa de vinho tinto «Dão», produzido pela sociedade «Boas Quintas» (Mortágua) com o rótulo «especial Lampantana».











Xavier Vaz Gomes, R2

Sem comentários:

Enviar um comentário