sexta-feira, 18 de novembro de 2011

O Vento da Mudança



Energias renováveis. Temos a Energia hidráulica, a Biomassa, a Energia Solar, a Energia Geotérmica, a Energia Maremotriz, a Energia do Hidrogénio e a Energia Eólica.  E é deste último tipo de energia pelo qual Sever do Vouga é conhecida.

Vanessa Sofia. R2


É nesta vila, pertencente a Aveiro, na região do Baixo Vouga que é feita a torre eólica mais eficiente, não do país, mas do mundo. Baptizada de E82, esta torre possibilita a produção de mais 30% que as torres tradicionais.
De tempos em tempos, a vila presencia a algo que se assemelha a uma parada. Todos param para ver, quando nas estradas estreias desta pacata vila, passa peças prontas a montar, das torres eólicas. E não é um nem dois camiões a passar com direito a escolta policial. São vários.

Agora fabricam torres com uma potência de 2.4 a 2.6 megawatts, mais 0.4 a 0.6 megawatts que as tradicionais. Estes gigantes da energia eólica dizem que o segredo está na soldadura e na menor espessura da torre e que, apesar de uma maior necessidade de mão-de-obra, o material consegue ser económico. É um pouco mais cara que o habitual, mas compensa no final pela quantidade de energia de produz.

Nas mãos desta empresa encontra-se também outros dois grandes projectos:
- totalmente da autoria da ASM, têm a investigação na produção de biodiesel a partir de microalgas. Desenvolvido por quatro doutorados em engenharia mecânica, este projecto tem mais de um ano e já se encontra em fase terminal de laboratório;
- outro projecto que já deu muito que falar nos média, é a construção das primeiras torres eólicas flutuantes.

Em parceria com a empresa canadiana Principle Power, a A. Silva Matos, mais uma vez trata de passar para a prática, projectos que em teoria apenas existiam.
É um protótipo inovador que difere no facto de não se tratar de torres alicerçadas ao fundo do mar, como as já existentes, mas no facto de flutuarem e serem perfeitas para mares de grande profundidade.

Presentes em todo o mundo e com receitas na ordem de 50 milhões de euros, a empresa liderada por Adelino Silva Matos está também interessada na área de mini-hídricas, energia fotovoltaica e eólicas.

Empresas como estas são algo para admirar. São a prova viva de que com empenho e amor pelo trabalho, tudo se consegue e que de lugares pequenos como o desta vila, é capaz de sair algo tão inovador que prometem mudar o ambiente que nos rodeia e a nossa própria mentalidade para actos mais consciente com a natureza.




Imagens retiradas do site camping.net e allburrica.blogspot.com

1 comentário:

  1. "É nesta vila, pertencente a Aveiro, na região do Baixo Vouga que é feita a torre eólica mais eficiente, não do país, mas do mundo."

    Caramba ! Já me sinto importante !
    (muito bom o texto!)

    ResponderEliminar