segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

Entre o céu e o inferno fica o purgatório

Consideradas património artístico e religioso, as alminhas encontram-se espalhadas maioritariamente pela região norte de Portugal, foram edificadas em encruzilhadas de caminhos rurais, nos montes, junto às estradas municipais e até inseridas nas rochas.

Segundo António Matias Coelho, professor de história e investigador de manifestações de cultura religiosa popular,"as alminhas são uma criação genuinemente portuguesa e não há sinais de haver este tipo de representação das almas do Purgatório, pedindo para os vivos se lembrarem delas para poderem purificar e "subir" até ao Céu, em mais lado nenhum do mundo a não ser em Portugal".

No concelho de Freixo de Espada à Cinta existem alguns exemplares destes marcos de culto aos mortos.
Alminhas junto à estrada do candedo - Ligares (FEC)
Exterior das alminhas
Interior das alminhas
Pormenor do cristo cruxificado e as almas no purgatório

Estes pequenos altares a que se dá o nome de alminhas geralmente têm representadas, a figura de Cristo, da Virgem Maria ou do Espírito Santo bem como as almas no purgatório.
Alminhas no cimo da serra de Poiares (FEC)
                                       
Alminhas junto à estrada de Poiares - (FEC)
Interior das alminhas
Nas alminhas, as pessoas representam as almas dos defuntos no purgatório, suplicando aos transeuntes que por elas passam rezas e esmolas para que se purifiquem e consigam alcançar o céu.


Aliminhas junto à estrada de Freixo de Espada à Cinta

Quadras que apelam a orações pelas almas





Pormenor do depósito de esmolas
Nª.Sra.dos Montes Ermos representada nas alminhas de Freixo
Nas alminhas é frequente encontrar-se velas acesas, deixadas pelas pessoas que passam no local, ou mesmo flores que foram oferecidas.

Alminhas no caminho largo - Freixo de Espada à Cinta
Pormenor das velas nas alminhas


Estes templos pedem pelas almas de todos os defuntos, mas podem estar associadas a situações pessoais, como por exemplo mortes trágicas, que impressionaram a comunidade local.

(todas as fotos são da minha autoria)

Tema: Religião
Foto reportagem por Tiago Rentes. R2

Sem comentários:

Enviar um comentário