terça-feira, 21 de outubro de 2014

Como é a Festa das Latas para quem não estuda em Coimbra?

Como é do conhecimento geral, as festas académicas de Coimbra não são frequentadas apenas por estudantes da cidade. A Festa das Latas e Imposição de Insígnias não é excepção! Todos os anos, dezenas de jovens estudantes, ou não estudantes, de vários pontos do país, visitam Coimbra para as suas festividades académicas. Diogo Tulha, estudante da Escola Básica e Secundária de S. João da Pesqueira, conta-nos a sua experiência na "Cidade dos Estudantes"e revela-nos a sua opinião pessoal!





Como estudante do Ensino Secundário de uma zona fora de Coimbra, o que te trouxe até à Festa das Latas e Imposição de Insígnias?
Já tinha vindo a Coimbra na Queima das Fitas do ano passado e gostei bastante, é uma cidade que me desperta um grande interesse e o espírito académico é algo que gosto imenso de ver. Também tenho em Coimbra muitos amigos da minha zona, inclusive a minha namorada.

Sendo que és estudante do Ensino Secundário, caso pretendas ingressar no Ensino Superior, Coimbra é uma boa opção para continuares a tua formação?
Sim, acho que esta cidade é excelente para o meu curso superior. Em termos de vivência, não é demasiado grande, tem fáceis acessos e, por isso, é fácil de conhecer. Falando em cursos superiores, Coimbra é das cidades com mais prestígio a nível académico e tem um alto espírito do mesmo, é como se vivessem para aquilo, e acho que para o mundo do trabalho ter Coimbra no meu currículo é muito bom.

O que achaste do cortejo?
Gostei muito, o espírito entre caloiros e doutores era enorme, apesar do alto calor durante o dia, estavam ali dispostos a fazer acontecer um bom cortejo, achei engraçados os fatos dos caloiros e gostei da relação que era feita entre os fatos e críticas sociais. Fiquei a conhecer um pouco mais sobre a Tradição Académica e acho que é muito engraçada e, ao mesmo tempo, emocionante. A força com que os caloiros e os doutores gritavam os seus hinos de curso, mostra que Coimbra é muito mais do que vir tirar um curso superior.

Os estudantes do Ensino Superior de Coimbra têm sido alvo de críticas, relativamente à tradição de furtar carrinhos de compras dos supermercados. Qual a tua opinião sobre esta matéria?
Acho que é uma tradição engraçada, que não devia ser vista com tanta maldade, mas sim como uma brincadeira. É preciso é ter responsabilidade e não atirar os carrinhos ao rio, tal como foi feito este ano, que os carrinhos ficaram em pontos de recolha. Pode haver essa brincadeira mas não pode haver danos materiais nem ambientais, isso já não é correcto!

Concordas, portanto, com a iniciativa da Câmara Municipal de Coimbra em criar pontos de recolha para os carrinhos, a fim de evitar que estes sejam atirados ao Rio Mondego?
Sim, concordo! Foi uma boa iniciativa.

Quais os aspectos negativos e positivos que mais te marcaram nesta festa académica?
Aspectos negativos, não achei que o cartaz estivesse à altura do preço dos bilhetes pontuais de não-estudante. Não critico as opções musicais, mas como não havia nomes muito conhecidos, penso que os preços podiam ter sido um pouco mais baixos. Tirando isto, para mim foi tudo positivo! Adorei tudo, a convivência, o espírito e a diversão! E espero conseguir voltar na Queima, pois vale sempre a pena vir a Coimbra. 

Kátia Reis - 2013107

Sem comentários:

Enviar um comentário