terça-feira, 28 de outubro de 2014

“Não quero emigrar, prefiro mudar de área a ter de o fazer.”





Marlon José Ribeiro, 24 anos, licenciado em Biologia pela Faculdade de Ciências da Universidade do Porto e actualmente estudante de Mestrado de Gestão e Conservação dos Recursos Naturais pela Universidade de Lisboa e Évora, leva já um leque variado de experiências no seu currículo. Contudo, este estudante vê-se agora numa fase de insegurança para com o futuro que se avizinha.

O que o levou, na sua licenciatura, a enveredar pela área das Ciências, mais propriamente a Biologia?
 No secundário, havia uma forte promoção das ciências da vida como uma área de futuro e como era bom aluno a biologia decidi enveredar por essa área.

Ainda no decorrer da sua licenciatura, estagiou no Hospital de São João. Como foi a experiência de estagiar em laboratório?
Não foi de todo a experiência mais acertada, o trabalho que estavam a desenvolver não se enquadrava ao que realmente pretendia seguir.

Vê a vertente laboratorial como o futuro da sua carreira profissional?
Não considero que seja, quer pela vida que um cientista leva, quer pelos poucos ou até nenhuns apoios que o nosso país acaba por dar a estes profissionais.

O mestrado que neste momento íntegra é direccionado para que vertentes cientificas?
São várias. Este mestrado é pluridisciplinar, contando com a vertente de Ecologia, Economia e está vocacionado para nos formar como gestores dos recursos naturais.

Alguma vez sentiu que a sua escolha na área das ciências foi errada?
Sim, penso que foi realmente errada, ainda para mais na actual situação em que o pais se encontra e onde os cortes nas ciências são significativos.

O que pretende fazer assim que terminar os estudos?
Não sei bem é algo ainda muito incerto, não vejo perspectivas animadoras. Já ponderei começar algo numa área nova.

 Qual seria a nova área em que estaria disposto a apostar e porquê?
 Apostaria em línguas, penso que cá teria mais oportunidades/propostas e como sei falar alemão e inglês já seria uma mais-valia para mim.

Vê o seu futuro em Portugal ou sente que terá necessidade de emigrar?
Sei que para exercer a minha área de formação terei de o fazer, com muita certeza. No entanto, não quero emigrar, prefiro mudar de área a ter de o fazer.


Marlene Ribeiro 2013115


Sem comentários:

Enviar um comentário