sábado, 20 de maio de 2017

Rafaela Mortágua- a pianista autodidata que conquistou o júri do Got Talent Portugal



O seu nome é Rafaela Mortágua, tem dezanove anos e é natural de Coimbra.
A música acompanhou-a desde muito cedo. Aos onze anos, teve formação musical na Banda Filarmónica Pampilhosense, onde aprendeu a tocar flauta transversal- “Foi onde o meu caminho começou, o que foi fundamental”, conta a jovem.



O seu primeiro contacto com o piano foi na mesma altura, quando o seu irmão lhe mostrou um vídeo de uma pianista. Rafaela ficou rendida e não demorou muito até começar a dar os primeiros toques no piano- “É sem dúvida a minha grande inspiração”. Aprendeu a tocar sozinha e tentou interpretar as músicas após as escutar. O YouTube também foi uma fonte útil de aprendizagem e que a incitou a compor, com apenas treze anos. Aos catorze anos entrou para o Conservatório de Música de Coimbra, para aprofundar o conhecimento de flauta transversal, ao mesmo tempo que praticava piano.
 
Continuou a tocar piano, mas sempre sem esquecer os estudos. Frequentou a Escola Secundária da Mealhada, de onde saiu no décimo primeiro ano para terminar os estudos na Escola Secundária Jaime Cortesão.
 


 
Na música, a sua ambição não parou. Rafaela queria dar a conhecer as suas composições a todos. “ Achei que participar no Got Talent seria um boa rampa de lançamento, já que aparecer na televisão me daria alguma visibilidade”, disse a jovem conimbricense.
A sua participação na versão portuguesa deste concurso de talentos ficou pelo programa transmitido a 23 de Abril, uma vez que, para as galas apenas é selecionado um grupo restrito de concorrentes. Mas Rafaela não desanima: “Hoje recebi muitos telefonemas e as pessoas elogiaram o que viram. Fico feliz com a visibilidade e espero que possam surgir novas oportunidades e até convites para tocar”.
 
Por agora, vai continuar a aperfeiçoar a sua técnica no piano e a compor mais peças. Simultaneamente vai prosseguir os seus estudos na Faculdade de Ciências e Tecnologias na Faculdade de Coimbra, onde frequenta o curso de Biologia.
 
 
Trabalho realizado por:
-Isaque Peixoto;
-Mário Mateus;
-Miguel Amaral;
-Pedro Meneses;
-Pedro Silva;
-Rodrigo Mortágua.



 
 

Sem comentários:

Enviar um comentário