terça-feira, 23 de outubro de 2012

Latas descem ao Mondego

Os estudantes do ensino superior saíram à rua para o cortejo da latada, no passado dia 16 em Coimbra. A festa dedicada sobretudo aos caloiros, que foram batizados no rio Mondego, iniciou-os numa nova etapa da vida académica.
Aos padrinhos coube a tarefa de inventar e fazer os fatos com que os caloiros desfilaram. Assistiu-se a uma procissão de variadíssimas figuras bastante conhecidas desde desenhos animados como os flintstones, os smurfs e os simpsons a personagens de filmes como avatares, entre outros. “Vesti-as assim porque tenho uma tradição na minha “família académica” em que os caloiros têm de vestir algo sobre desenhos animados. Os fatos deram muito trabalho mas foi um orgulho quando vimos que o resultado final tinha sido o esperado”, declara Vânia Santos, estudante do segundo ano, que vestiu as suas afilhadas de bebés Shrek.
À medida que anoitecia, começavam as primeiras “famílias académicas” a descer as ruas até ao rio. Aí, os padrinhos usaram os penicos que exibiam as cores das respectivas faculdades/escolas para batizarem os novos estudantes conimbricenses. Este ritual é um marco na vida académica. “Um momento único, que não esquecerei nunca. As palavras dos padrinhos naquele momento foram muito especiais e tornaram aquele momento arrepiante”, recorda Carolina Francisco, caloira de Comunicação Social.
Para terminar este dia, Coimbra contou com a presença de Quim Barreiros para animar o recinto da latada na Praça da Canção.

por: Fabiana Ferreira
*Artigo escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico 

Sem comentários:

Enviar um comentário