quinta-feira, 18 de outubro de 2012

Orelha Negra e Scissor Sisters aquecem a noite


Orelha Negra

A segunda noite do parque, 12 de Outubro, apresentou a primeira banda internacional de um painel bastante variado. Cabeça de cartaz, os Scissor Sisters deram as honras da casa antecedidos por Orelha Negra. Atingido por uma enorme vaga de frio no recinto, o publico não arredou pé e entregou-se de corpo e alma.

Coube a Orelha Negra dar inicio à segunda noite da Festa das Latas. A banda com influências Jazz, Soul, Funk, Groove e Hip-Hop, que prima pela troca de experiências e mistura de estilos tinha o concerto marcado para as zero horas. Por essa altura ainda eram poucos os que se encontravam no Parque da Canção. Apesar dos sete graus que os termómetros marcavam, a banda luso-brasileira, aqueceu rapidamente o ambiente. Musicas como “O Segredo”, “Throwback” e “M.I.R.I.A.M” mostraram a elevada energia e vontade de dançar do público presente.

Num curto intervalo de tempo o recinto começou a compor-se  da calma inicial e rapidamente se passou para o inconfundível ambiente da cidade dos estudantes. 

Beneficiando a versatilidade desta edição da Festa das latas, os Scissor Sisters aproveitaram a passagem de testemunho dos luso-brasileiros, Orelha Negra. A banda Norte americana cantou e encantou o público presente.

Numa das noites mais frias e caras da “latada”, a “tesoura” cortou o frio dando lugar à dança efusiva dos espectadores. Hits como “Fire with fire”, “I dont feel like dancing” e “Only the horses”- single do seu mais recente album- deliciaram a plateia.  

Marcando um único momento, os Scissor Sisters não deram licença para registo do concerto. Escapando-se, posteriormente, à conferência de imprensa, a banda cingiu-se ao espetáculo e à relação mais que evidente, (causa-efeito), com os fans. 

por: Laura Duarte e Joana Luciano

O artigo está escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico 

Sem comentários:

Enviar um comentário